Skip to main content

Reformas no ambiente corporativo: como passar por isso sem estresse

Portrait of an architect builder studying layout plan of the rooms, serious civil engineer working with documents on construction site, building and home renovation, professional foreman at work

Quando se fala em reforma, a primeira coisa que vem à mente das pessoas é toda a bagunça e a dor de cabeça que isso pode causar, principalmente quando se trata do ambiente organizacional. Mas pode ficar tranquilo, pois a reforma no ambiente corporativo não precisa necessariamente ser um pesadelo.

Selecionamos, no artigo de hoje, algumas medidas simples que vão ajudar você e a sua equipe de trabalho a passar por essa fase o mais tranquilamente possível. Ficou curioso? Então, continue a leitura e acompanhe!

Programe os horários da reforma no ambiente corporativo

Em primeiro lugar, procure fazer um cronograma, programando a reforma para os períodos de menor fluxo de pessoas na empresa. Dessa forma, esse processo vai afetar muito pouco na produtividade e na concentração dos funcionários.

Se a empresa funciona somente em horário comercial (das 8h às 18h), melhor ainda, pois é só procurar profissionais que estejam dispostos a trabalhar no horário da noite e/ou em finais de semana.

Comunique a equipe

É importante que todos estejam cientes da reforma que está por vir e quanto tempo ela vai levar, para que tenham tempo de se programar tanto quanto você.

Até porque um colaborador pode preferir adiantar atividades que exigem mais concentração ou silêncio nos horários em que a reforma não esteja acontecendo, ou ainda, pode precisar de tempo para realocar reuniões com clientes importantes em outro espaço.

Enfim, não pegue a equipe de surpresa com a reforma, pois isso pode acarretar resultados negativos para a própria empresa no fim das contas.

Centralize um fornecedor

O planejamento financeiro, a compra e a entrega de materiais são etapas da reforma no ambiente corporativo que podem dar bastante trabalho, especialmente se houver vários fornecedores envolvidos. Sendo assim, procure centralizar o fornecimento, mesmo que isso signifique levar mais tempo pesquisando.

Se for trocar a mobília do escritório, por exemplo, escolha um único fornecedor que dê conta do planejamento de móveis da empresa inteira — isso vai te poupar tempo, dinheiro e energia com os detalhes burocráticos.

Planeje o armazenamento dos materiais

Preocupe-se em designar com antecedência um espaço para o armazenamento dos materiais que serão utilizados na reforma. Assim, além de não deixar nada espalhado, é possível proteger o material utilizado e evitar desperdícios.

Escolha um lugar com pouco tráfego de pessoas e longe de equipamentos frágeis e importantes para a empresa, assim você é capaz de manter tudo organizado e evitar contratempos.

Utilize divisórias

Quando se trata de reprojetar o espaço de trabalho, cada vez mais, as empresas têm percebido as facilidades de instalar divisórias em vez de construírem paredes pelo escritório.

Primeiro porque a tecnologia utilizada nas divisórias hoje em dia as fazem muito mais resistentes do que antigamente. Além disso, elas não requerem tanto tempo nem alterações estruturais para serem instaladas, quando em comparação a uma parede de tijolos. E o principal: o projeto sai mais barato para o bolso da empresa.

Portanto, considere essa alternativa para evitar estresse durante as reformas de sua empresa.

Viu como realizar uma reforma no ambiente corporativo sem estresse é possível? Se você gostou desse artigo, também vai gostar de conhecer mais sobre painéis de MDF para quem preza por privacidade!

 

Conteúdos Ricos para Textos no Blog_Cellus_checklist

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *