Skip to main content

Como a arquitetura corporativa nas salas de reunião influencia na tomada de decisões?

Você já parou para pensar na diferença que a sala de reuniões pode ter na tomada de decisões de clientes e de outros profissionais que estejam lá dentro?

Uma experiência incômoda é capaz de atrapalhar até as apresentações mais impressionantes, por isso a arquitetura corporativa é um aspecto da sua empresa que não pode ficar de lado.

Veja como ela influencia diretamente no seu pitch e como as salas de reuniões devem ser para facilitar uma decisão positiva.

Como a arquitetura corporativa influencia nas tomadas de decisão?

Parece um conceito estranho? Então, pare para pensar em quantas vezes você fez reuniões em espaços inadequados. Você se sentiu à vontade para tomar uma decisão ou esclarecer as dúvidas que precisava? Ou quis só ir embora o quanto antes?

A forma como a sua sala de reuniões é projetada pode influenciar diretamente nos seguintes quesitos:

  • identidade: adequar a aparência da sua sala à da sua empresa cria uma relação de identidade forte, uma imagem que impressiona e fixa na mente do cliente;
  • experiência: uma reunião agradável em uma sala confortável deixa a pessoa que você quer convencer ou impressionar mais suscetível a comprar a sua ideia;
  • profissionalismo: uma sala de reuniões bem projetada passa um aspecto mais profissional à sua empresa;
  • confiança: quando o cliente se identifica, tem uma boa experiência e compra a postura da sua empresa, a confiança para fechar um negócio ou mudar uma estratégia é garantida!

Como deve ser a sua sala de reuniões?

Mas como tornar a sua sala de reuniões uma extensão das suas apresentações e uma facilitadora de decisões positivas? Existem alguns itens essenciais que você deve ficar atento na hora de contratar um projeto:

Mobiliário adequado

Na hora de criar a sala, menos sempre é mais. É preciso priorizar equipamentos e móveis funcionais, que darão a todas as partes as ferramentas necessárias para uma boa dinâmica de apresentação.

Os móveis devem ser ergonômicos, confortáveis e só precisam estar lá se realmente forem úteis. O excesso é apenas mais distração para tirar os participantes da razão pela qual estão ali.

Poucos objetos de decoração

Falando em distrações, evite muitos objetos de decoração. Escolha um ou dois elementos fortes que transmitam a identidade da sua empresa e pare por aí.

Nas paredes, escolha cores institucionais com tons mais neutros para não tirar a atenção do cliente ou da equipe.

Iluminação adequada

Salas muito escuras atrapalham as anotações, da mesma forma como salas muito claras atrapalham as projeções e multimídia.

Um bom projeto arquitetônico de sala de reuniões toma cuidado com o equilíbrio e com a intensidade da iluminação. A luz artificial é a melhor saída nesse caso e, quanto mais controle você tiver, mais fácil será adequá-la às variadas situações.

Manutenção constante

Não adianta de nada um projeto perfeito de arquitetura corporativa que fica sujo o tempo todo. Faça manutenção preventiva nos aparelhos, limpezas frequentes e verifique problemas como infiltrações e móveis desgastados.

Não existe impressão pior da imagem de uma empresa do que um ambiente corporativo mal cuidado.

Isolamento acústico

E, por fim, invista em um bom isolamento acústico da sala de reuniões. Além de impedir que vozes e outros barulhos nas salas vizinhas atrapalhem a discussão, a privacidade deixa o cliente mais à vontade para fazer as perguntas que precisa e tomar uma decisão acertada.

Apresentações incríveis e pitches afiados são grandes incentivos à tomada de decisões. Se a arquitetura corporativa da sua sala de reunião acompanhar o seu conteúdo, você tem um grande diferencial para conquistar e fechar novos negócios.

E novos negócios significam mais trabalho. Sua empresa está pronta para aumentar a produtividade e atender a essa demanda? Então, leia como divisórias no escritório podem te ajudar nisso!

Decoração corporativa na prática

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *