Skip to main content

Cadeiras e poltronas influenciam no bem-estar dos meus funcionários?

A ergonomia é fundamental para o bom rendimento no trabalho. Em muitas empresas, os funcionários passam boa parte do dia sentados em cadeiras e poltronas. São muitas horas em frente ao computador, digitando, pesquisando, participando de reuniões de trabalho.

Dor nas costas, cansaço, dor nas articulações: essas são algumas das consequências de uma cadeira inadequada. Sem falar no mau humor e na falta de disposição que tudo isso pode causar. Por essa razão, é tão importante escolher assentos confortáveis para os seus funcionários.

A Norma Regulamentadora 17 (NR-17) da Legislação Trabalhista indica regras de ergonomia a serem seguidas para garantir o bem-estar do trabalhador.

Veja as nossas dicas sobre esse assunto, para ficar dentro das normas e ter funcionários mais produtivos e saudáveis.

  1. Garanta a ergonomia

O primeiro ponto que você deve considerar é a ergonomia, definida na NR-17. Uma cadeira correta deve permitir que:

  • o trabalhador encoste os pés no chão por completo enquanto estiver sentado;
  • os cotovelos fiquem em um ângulo de 90 graus quando a pessoal utiliza o computador;
  • o encosto seja adaptado ao corpo, para proteger a região lombar.
  1. Prefira os encostos altos

Os encostos altos permitem maior sustentação do corpo durante o período em que a pessoa estiver sentada. Prefira as cadeiras e poltronas que vão da altura da cintura até os ombros.

Para quem costuma ter dores ou travamento no pescoço, o ideal é escolher um modelo que suba até a nuca ou mais.

  1. Procure cadeiras e poltronas com braços de apoio

Braços de apoio são fundamentais para quem costuma apoiar os cotovelos para ler a tela do computador.

Eles permitem que a pessoa troque a postura inclinada por uma mais ereta, que é o recomendado. Isso, mais uma vez, previne as dores nas costas e as famosas LER — lesões por esforço repetitivo, tais como tendinite e bursite.

  1. Invista em modelos com inclinação

A inclinação permite o relaxamento do corpo, que precisa de pausas e alongamento. Isso alivia a tensão dos músculos após horas sentado.

Há modelos tipo “relax” que são perfeitos para dar aquela espreguiçada.

  1. Facilite a escolha com a regulagem de altura

Se você é o responsável por uma grande empresa, com muitos funcionários, não tem como saber se a cadeira que você escolheu é adequada para a altura de cada um deles, não é mesmo? Para não errar, escolha modelos com regulagem de altura. Assim, todos os funcionários poderão ajustar a cadeira para o seu próprio conforto.

Você também pode pensar em revestimentos de tecidos leves, que permitam a ventilação e que sejam fáceis de limpar para ter cadeiras e poltronas que durem mais.

Leve em consideração as rodinhas, para os assentos daqueles funcionários que precisam acessar mesas e equipamentos ao seu redor, além de adquirir mesas que sejam igualmente confortáveis.

Invista, ainda, em dicas posturais e ginástica laboral para os seus colaboradores. Você certamente notará grandes efeitos na produtividade.

Quer saber mais sobre o assunto? Leia o nosso post sobre os cinco pontos no ambiente corporativo que interferem na produtividade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *